IPCA
0,46 Jun.2024
Topo

ANÁLISE

Nunca investi antes, como posso guardar dinheiro e começar a aplicar?

Você é investidor iniciante e não sabe como guardar dinheiro para começar a investir? Veja dicas  - Getty Images/iStockphoto
Você é investidor iniciante e não sabe como guardar dinheiro para começar a investir? Veja dicas Imagem: Getty Images/iStockphoto

Colaboração para o UOL, em São Paulo

27/08/2022 04h00

Você quer entrar no mundo dos investimentos, mas não consegue guardar dinheiro para isso e nem sabe como começar a investir? No Papo com Especialista, programa ao vivo do UOL, a planejadora financeira Vivian Rodrigues diz que uma mudança de hábito fará você conseguir reservar todo mês uma parte do seu salário para os investimentos.

Ela também ensina uma conta simplificada para você descobrir qual o montante que precisa ter para fazer retiradas mensais das suas aplicações, no valor desejado e acima da inflação.

Leia abaixo a análise da planejadora financeira e assista ao programa completo do dia 11 de agosto, que é um tira-dúvidas sobre investimentos exclusivo para assinantes e transmitido semanalmente, às quintas-feiras, das 16h às 17h.

Como economizar e aplicar mesmo com pouco?

Vivian diz que existem regrinhas, como a do "50-30-20", sobre a parcela do seu salário que deve ser direcionada aos investimentos. Essa regra diz que 50% devem ser direcionados para as despesas fixas, 30% para as despesas variáveis e 20% para os investimentos.

No entanto, diz Vivian, a regra pode não se encaixar na vida de todo mundo. Se por um lado a regra simplifica o planejamento de quem faz investimentos, por outro desconsidera que as pessoas têm vidas, salários, objetivos e contextos diferentes.

Para ela, vale fugir dessas regras padrão. A dica, diz Vivian, é "começar a investir com o que dá". "Coloque no papel quanto entra [de dinheiro], quanto sai, e encaixe nas suas despesas um valor como se fosse um boleto. A ideia é fazer esse investimento ser algo 'obrigatório', uma espécie de acordo seu com o seu eu do futuro. Crie esse hábito e, aos poucos, você vai melhorando esse valor", afirma.

Outra recomendação da planejadora financeira é fazer o aporte para os investimentos no dia em que o seu salário cai na conta. Para isso, vale tornar os aportes automáticos.

"Não espere esse dinheiro sobrar no final do mês. Traga essa conta, como uma conta obrigatória, logo no início do mês, para poder fazer os seus investimentos", declara.

Como saber o quanto posso tirar do investimento para gastar?

Para conseguir ter uma renda mensal fruto de seus investimentos, Vivian diz que você tem três opções de resgate.

Para manter o seu dinheiro intacto e protegido até da inflação, você faz retiradas mensais somente do que render acima da inflação. "O valor rende todos os meses, mas você deixa um pedaço lá para cobrir a inflação e garantir o seu poder de compra, e retira só o excedente", diz.

Outra opção é sacar tudo o que rendeu, sem deixar um pouco para cobrir a inflação. "Aqui, você está tirando a sua renda passiva e mantendo o valor. Mas, com o tempo, a inflação vai consumindo o seu poder de compra. Então, fazer retiradas sem deixar a parte referente ao reajuste do seu poder de compra é perigoso", diz.

A terceira opção, diz ela, é quando você retira todo o rendimento e ainda uma parte do capital principal. "Aqui, você usa o seu capital principal, que, com o tempo, vai diminuindo. Vai chegar um momento em que esse seu dinheiro vai acabar", diz.

Portanto, para você retirar R$ 3.000 todo mês, Vivian diz que o melhor cenário é o da renda passiva real. "Você não mexe no seu capital principal e deixa sempre lá um percentual referente ao seu poder de compra, para garantir que essas retiradas de R$ 3.000 sejam reajustadas conforme a inflação e que nunca acabem", afirma.

Em uma conta simplificada, é preciso considerar um reajuste de 4% acima da inflação, ao ano. Segundo ela, para saber o montante que você deve ter hoje investido, você deve multiplicar os R$ 3.000 por 300. Isso dá R$ 900 mil.

Papo com Especialista é semanal

O programa Papo com Especialista é transmitido às quintas-feiras, semanalmente, das 16h às 17h, na página inicial do UOL, no UOL Economia e no UOL Investimentos, e é exclusivo para assinantes. Reveja programas anteriores aqui.

Você pode enviar perguntas ao Papo pelo email uoleconomiafinancas@uol.com.br —elas podem ser respondidas no programa.

Quer investir melhor? Receba dicas em seu email

Você quer aprender a ganhar dinheiro com segurança em investimentos no curto, médio e longo prazo, mesmo que nunca tenha investido?

A página de investimentos do UOL tem uma newsletter gratuita que o ajuda nesse objetivo. Ao assinar, você recebe todos os dias, antes da abertura da Bolsa, uma análise do mercado feita pelo analista Rafael Bevilacqua, da casa Levante Ideias de Investimentos. Com essa newsletter, você vai aprender a investir e entender o que está acontecendo com o mercado.

Além da newsletter diária, você também recebe, semanalmente, uma análise sobre investimentos, com dicas sobre como aplicar melhor e com segurança seu dinheiro. Para assinar a newsletter gratuita de investimentos do UOL, é só clicar aqui.

Tem dúvidas sobre ações, fundos e outros investimentos da Bolsa? Envie sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Quer estar sempre bem informado sobre investimentos? Clique aqui e receba notícias e dicas para investir diretamente no seu WhatsApp.

Este material não é um relatório de análise, recomendação de investimento ou oferta de valor mobiliário. Este conteúdo é de responsabilidade do corpo jornalístico do UOL Economia, que possui liberdade editorial. Quaisquer opiniões de especialistas credenciados eventualmente utilizadas como amparo à matéria refletem exclusivamente as opiniões pessoais desses especialistas e foram elaboradas de forma independente do Universo Online S.A.. Este material tem objetivo informativo e não tem a finalidade de assegurar a existência de garantia de resultados futuros ou a isenção de riscos. Os produtos de investimentos mencionados podem não ser adequados para todos os perfis de investidores, sendo importante o preenchimento do questionário de suitability para identificação de produtos adequados ao seu perfil, bem como a consulta de especialistas de confiança antes de qualquer investimento. Rentabilidade passada não representa garantia de rentabilidade futura e não está isenta de tributação. A rentabilidade de produtos financeiros pode apresentar variações e seu preço pode aumentar ou diminuir, a depender de condições de mercado, podendo resultar em perdas. O Universo Online S.A. se exime de toda e qualquer responsabilidade por eventuais prejuízos que venham a decorrer da utilização deste material.