PUBLICIDADE
IPCA
0,21 Jan.2020
Topo

Número de empresários negros cresce 30 vezes mais que o de brancos

Do UOL, São Paulo (SP)

20/11/2013 06h00

Em dez anos, o número de negros donos de micro e pequenos negócios cresceu 28,5%, no Brasil. Isso representa quase 30 vezes o crescimento de empresários brancos. Os dados são do Sebrae Nacional (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Em 2011, o número de empreendedores declaradamente negros somava 11,08 milhões, enquanto em 2001 era de 8,62 milhões. No mesmo período, os empresários brancos donos de micro e pequenas empresas passaram de 11,38 milhões para 11,49 milhões, aumento de 0,97%, segundo o Sebrae.

De acordo com o levantamento, quando levado em consideração o número total de micro e pequenos empreendedores no país, os negros representam 49%, enquanto os brancos somam 51%.

Para o presidente do Sebrae Nacional, Luiz Barretto, o aumento da participação da população negra no empreendedorismo é mais uma forma de fortalecer as políticas de promoção de igualdade racial e prevenir o racismo institucional.

“Tanto o número de empresas, quanto a população negra no país, cresceram muito nos últimos anos. As políticas de inclusão social tiraram das margens da sociedade pessoas que nunca tiveram oportunidades e isso está mudando a realidade do empresariado brasileiro”, diz.

As principais atividades entre os empresários negros e brancos são praticamente as mesmas nos quatro setores da economia.

“Nos dois casos, notamos um elevado número de donos de pequenos negócios atuando no atendimento das necessidades básicas da população, como alimentação e vestuário”, afirma Barretto.

No comércio, os dois ofícios com o maior número de empreendedores são ambulantes e venda de alimentos. Já no setor serviços, as duas etnias atuam principalmente em bares, lanchonetes e salões de beleza. Já na indústria, o principal negócio são as confecções de roupas.

O comércio e o agronegócio são os setores que mais concentram empreendedores negros e pardos, cada um com 23%. Em seguida, vem a área de serviços com 21%, construção, com 19% e Indústria, 10%.

Entre os brancos, o comércio também é o setor que mais tem donos de pequenos negócios, 26%, seguido por serviços, com 24%, agronegócio, com 18%, construção, 12%, e indústria, com 10%.

Empreendedorismo