PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Veja cinco investimentos para proteger seu dinheiro da inflação

Exclusivo para assinantes UOL

João José Oliveira

Do UOL, em São Paulo

05/01/2021 04h00

Os índices de inflação estão acelerando desde o ano passado, alimentados pelo dólar valorizado e por preocupações de empresários e investidores com os gastos do governo. O Brasil já teve momentos de inflação muito mais elevada que os padrões atuais, mas há uma novidade que tem tornado mais complicada a vida dos aplicadores que buscam proteger seu patrimônio.

A taxa básica de juros, a Selic, está em 2% ao ano, recorde histórico de baixa, e derrubou o ganho garantido que havia em muitas aplicações, como caderneta de poupança e fundos DI. Considerando a inflação, esses produtos estão entregando ao investidor uma perda real, em vez de ganho.

O IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, a inflação oficial) vai fechar 2020 em 4,38%, acima dos 4,3% de 2019 e dos 3,8% de 2018, segundo uma pesquisa semanal feita pelo Banco Central com analistas.

O IGP-M (Índice Geral de Preços Mercado), usado para calcular reajustes de contratos, como aluguéis e escolas, por exemplo, fechou em 23,14% em 2020.

Ter investimento em produtos que seguem a inflação deve ser parte importante da carteira em qualquer situação, mas especialmente no longo prazo, porque é uma forma de ter um ganho real e manter o poder de compra com o passar dos anos.
Paula Zogbi, analista da Rico Investimentos

Veja cinco aplicações que podem ajudar o investidor a se proteger da inflação: